Buscar
  • Newton Cannito

Magal: Mestre da Sabedoria Tropical

Não hesito em dizer: Sidney Magal é meu mestre. Algumas pessoas usam os santos como modelo de vida: eu sou uma delas. Mas, além dos santos, eu tenho alguns ídolos pop como modelo! Entre eles, o Magal!


Tive a oportunidade de trabalhar com ele, no filme que dirigi: Magal e os Formigas. Eu o escolhi para me ensinar pois intui que ele era, além de um cantor, um verdadeiro Guru, um Mestre da Sabedoria Tropical. Um exemplo, de alguém que sabe viver. E disso que falaremos aqui: lições de vida de um ídolo pop que soube levar uma vida feliz e criativa!!


Isso, além de nos ensinar a viver, nos ensina a ser também uma estrela que brilha, um influencer. Seja qual for a área que você atua e cada vez mais necessário que você des-cubra seu brilho! Para ser um influencer, claro. Mas para ser também uma advogada, uma médica, uma cozinheira. Estudar a vida das pessoas que brilham e um caminho para des-cobrirmos nosso próprio brilho.


Muitos procuram os motivos do sucesso de um popstar. Alguns acreditam que basta uma boa ação de marketing. Mas todos, no fundo, sabem que e preciso ter carisma! Carisma e o brilho que uma estrela irradia e é isso que encanta o público. E o carisma que forma os grandes líderes, os grandes influencers, os grandes cantores, os grandes atores. Uma coisa que todos percebem e que Magal tem muito carisma!!


Isso garantiu o sucesso imediato dele, como acontece com muitos jovens talentos. Fazer sucesso e o primeiro passo, mas ainda e pouco. Muitos fazem sucesso, mas poucos continuam fazendo sucesso por 50 anos. Magal conseguiu. E um dos poucos cantores que faz sucesso a 50 anos. Estudar sua história nos ensina não apenas a alcançar o sucesso, mas a mantê-lo. Outro desafio importante.


Sua biografia e uma história de alguém que reinventa a si mesmo. Ele surgiu para a grande Mídia com um cigano, cantando Sandra Rosa Madalena num antológico clipe do Fantástico, que marcou época e virou um sucesso imediato, uma das músicas mais conhecidas do povo brasileiro até hoje.

O curioso e que Magal não e cigano. No entanto, sua presença cigana e tão forte que mesmo os ciganos reais o reconhecem. Se tem algo que temos que aprender e que Magal nos ensina e Inventar a nós mesmos. Nesse novo mundo regido pela criatividade não basta conhecer a si mesmo. Temos que inventar a nós mesmos. Magal e um mestre disso. E durante toda a vida continuou se reinventando. Quando estava apaixonado, Magal gravou discos românticos e nos anos 80 se reinventou com a lambada.


Mas, ao contrário do que muitos pensam, não basta se fantasiar de acordo com a onda do momento. Se fantasiar e fácil, o difícil e continuar sendo você mesmo em qualquer fantasia. Difícil e fazer como Magal, que se reinventou muitas vezes e continuou sendo único. Magal nos ensina a inventar novas identidades, a ser “ novas pessoas”, mas continuar sendo nós mesmos!!! Ele tem uma identidade tão forte que e ele mesmo no personagem que for, ele sempre e o Magal!

E isso que mantem o seu sucesso por 50 anos. E o carisma sedimentado.


E o mais importante de tudo. Magal irradia alegria. Ninguém pode garantir que o outro e feliz, nunca sabemos. Mas claro que podemos apostar. Eu , pelo que conheço o Magal, posso dizer: aposto que ele foi e continua sendo muito feliz.


Conhecer um pouco de sua vida e um esforço para entender como uma estrela pode brilhar tão firme, mesmo em meio às intempéries que toda vida terá. E como pode ser uma estrela e aprender a não se queimar com o próprio brilho, como acontece com muitos pop star!


Convido vocês a assistir ao programa Sua Vida e um Filme especial com Sidney Magal no meu canal no Youtube: https://www.youtube.com/watch?v=J2DTXpyofOI

13 visualizações
  • Preto Ícone YouTube
  • Facebook
  • Instagram
Quero assinar a newsletter